Vamos juntas?

Meninas, quem já levou uma "cantada" enquanto andava pela rua? Quantas de nós já passamos por situações em que homens nos seguem ou ficam nos olhando descaradamente? Muitas, não?! 


Infelizmente, isso tornou-se algo comum no dia a dia de grande parte das garotas. Gostaria que tivesse alguma forma de mostrar aos homens como é sentir tudo isso... A mulher acaba sendo ridicularizada por conta de algo quase impossível de ser alterado: seu corpo.
E é justamente com o intuito de tentar melhorar essa situação que o movimento "vamos juntas" surgiu.



A página já tem mais de 200.000 seguidores na internet. O movimento sugere que, mulheres ou garotas, mesmo não se conhecendo, andem juntas pelas ruas. Em outras palavras, se você se sentir em uma situação de risco quando sozinha em um lugar público, procure outra pessoa à quem possa se juntar para aliviar a insegurança e o medo.


Ainda não é o ideal, pois a melhor saída para esse problema seria uma "reeducação" dos homens. Mas, por enquanto, pode funcionar! Só não podemos nos esquecer da violência, como assaltos e sequestros, que também são muito presente hoje em dia. Nem todo mundo é santo, mas com uma boa dose de bom senso, é possível transformar a ideia em uma boa ação.

Mas afinal, lugar de mulher é onde?

      Então vem a pergunta do século: onde é o lugar da mulher?

     Antigamente, lugar de mulher era em casa, mas bem antigamente mesmo. Todos sabemos que de dois a três séculos atrás a mulher possuía pouquíssimos direitos e sua função era cuidar da casa e dos filhos, enquanto o marido trabalhava.

      No período da Revolução Industrial, mulheres e crianças trabalhavam nas fábricas em péssimas condições por serem mais baratos, mais fáceis de manter. E o resultado? Protestos. Confusão. 130 mulheres mortas queimadas, em 1857, na busca pela igualdade. E desde então surgem os movimentos feministas. Surge o tão desejado mundo igualitário.

     E nós, em pleno século XXI, ainda não o alcançamos. Por que ainda existem homens com pensamentos machistas, já que as mulheres desempenham as mesmas funções e possuem a mesma rotina que eles? Por que o pensamento da sociedade não mudou? Por que os homens ainda acham que lugar de mulher é em casa?

      Em 2014, a cantora e compositora Pitty realizou uma participação no programa da rede Globo "Altas Horas". Como é costume nesse programa, realizou-se discussões sobre assuntos variados. Um dos assuntos discutidos deu a oportunidade da cantora criar polêmica. Assista ao vídeo:

video


      Pitty pergunta a um rapaz "Se você tivesse uma namorada, e ela te fala 'Amor, hoje vou sair com os meus amigos para a balada'. Como é que você reage?" Ele responde que terminaria o namoro. Em seguida, Pitty pergunta se ele sai com suas amigas, ele afirma e diz que "Mulher é pra ficar em casa!". Um exemplo recente de machismo na mídia.

      Em minha opinião, a sociedade nunca deixará de ser completamente machista. O mundo é machista desde sempre, e não é repentinamente que ele se tornará igualitário e justo. Afinal, ele é feito de humanos. Humanos pensam, têm opiniões próprias, são influenciados, são aproveitadores, são egoístas. Quando a cultura de querer levar vantagem e diminuir os outros se extinguir, não teremos apenas a igualdade de gêneros; teremos a solução de todos os problemas.

       Enquanto isso não ocorre, lutamos por respeito. E com razão. Lugar de mulher é onde ela quiser.


Rumo à igualdade

      Há algumas semanas, a Bombril trouxe à tona um assunto polêmico. O machismo está inserido na publicidade desde seus primórdios. O homem se considera superior desde a Antiguidade. O preconceito de gênero sempre é direcionado às mulheres, devido a sua. Porém, o que acontece quando o alvo do preconceito é, justamente, o homem?

video

      As publicidades expõem as mulheres ao ridículo, objetivando-as e dizendo que seu lugar é realizando tarefas domésticas. Vemos isso todos os dias, principalmente em propagandas de bebidas alcoólicas, e ninguém parece querer mudar isso. Porém só há problema quando os homens são tratados como inferiores.


      Por isso, levanto a seguinte questão: Por que as mulheres são tratadas com tamanha desigualdade em uma sociedade que se diz tão evoluída?Em pleno século XXI, ainda há pessoas que insistem na crença de inferioridade feminina, e isso nos leva a outra pergunta: Por que? Por que a mulher é inferior perante o homem? Por que o homem é tão superior? Por que as pessoas insistem com essa ideia ridícula e sem cabimentos? Peço desculpas por tantas perguntas as quais não posso responder. O meu único intuito, querido leitor, é tentar causar uma reflexão. Uma reflexão acerca do ponto em que a sociedade chegou. Uma reflexão sobre como você se posiciona em relação a forma que as publicidades tratam a mulher. Porque não importa se você é do sexo feminino ou masculino, o que realmente importa é a percepção de que o que estão fazendo é errado. Foi necessário o homem ser o alvo de toda essa humilhação para que a sociedade passasse a questionar o modo como cada gênero é tratado na mídia. E esse questionamento realmente tem de ser levantado, porque as palavras também ferem.


      Temos que parar com os estereótipos de que cada gênero desempenha apenas uma função própria. O homem não é superior à mulher. A mulher não é superior ao homem. Não há gênero superior ou inferior. Todos são igualmente importantes. Temos que lutar pela igualdade. 

A soberania masculina

Há muito tempo os homens se enxergam superiores em relação às mulheres, e por isso, acham que têm o direito de usá-las como bem entenderem. A desvalorização feminina se dá desde a alteração para uma sociedade patriarcal, quando a força física tornou-se mais importante do que os saberes domésticos.

Desde então, o preconceito feminino sempre esteve presente nas mais diversas culturas, caracterizando a mulher, que não tinha direito algum, como um objeto pertencente ao homem.

Estes vídeos são uma ótima forma de mostrar a soberania implicada pela figura masculina e o uso da imagem feminina.
video



video




É importante reparar que a mulher sente certo medo para contar o ocorrido quando se apresenta ao marido vestida normalmente. Vemos que ela é tida como um ser não influente, que só serve para fazer compras e não sabe dirigir um carro. Quando a atriz veste a lingerie da marca anunciada, ela não sente mais aquela angústia, pois sabe que o marido terá uma atração sexual e não irá se importar com outros assuntos no momento.

Portanto, o vídeo está incentivando a mulher a usufruir do seu corpo para exercer a sua função (bater o carro e trazer despesas), sem que hajam problemas com os respectivos maridos. Dessa forma, fica bem explícito a colocação da mulher na sociedade feita pela maioria dos homens.

Mas, felizmente, ocorreram várias ações feministas com intuito de valorizar a mulher durante os processos de desenvolvimento da humanidade. Como exemplo, temos a conquista do sufrágio feminino, do direito ao voto e da igualdade jurídica e social das mulheres.

O mundo moderno está em constante alteração e cada vez mais os jovens estão mudando suas maneiras de pensar, auxiliando na construção de novos conceitos femininos. O processo é gradativo e pode ser lento, mas, nunca podemos desistir da total inclusão feminina.


Esclarecendo dúvidas

Uma das maiores dúvidas que qualquer mulher tem é a seguinte: "Por que vocês homens se acham tão superiores?”.
Não quero desmerecê-los, até porque vocês são tão importantes quanto nós. Mas vou citar a seguir razões que comprovarão o quão primitivo é o pensamento machista.

1. Para quem não sabe, homens também saem do útero de uma mulher (não que devemos ter mérito por dar-vos a vida, já que nossos óvulos não seriam nada sem seus espermatozoides);
2. Temos a mesma quantidade de ossos, músculos, órgãos, neurônios e sangue, mesmo que estes não sejam do mesmo tamanho, a funcionalidade é a mesma;
3. Temos a mesma capacidade intelectual, homens. 
4. Sua força física não os torna superiores, há mulheres tão fortes quanto vocês, superem.
5. Imagino o quanto deve ser péssimo acordar com um membro a mais no corpo, mas vocês não imaginam como é acordar com menos 1 litro de sangue em seu organismo.
6. Todos os seres denominados "humanos" fazem uma prova chamada "teste de direção", onde é a avaliado sua capacidade de controlar um automóvel. Caso o poder público considere que você tem capacidade de dirigir, então sim, gênero feminino ou masculino, você tem habilitação, e ninguém pode dizer o contrário. Fizemos a mesma prova, tivemos o mesmo resultado, não se enganem.
7. Se "lugar de mulher é na cozinha" então "lugar de homem é colhendo cana", homens vocês estão colhendo cana? 
8.  Biologicamente dizendo, um bebê antes de nascer, permanece em média nove meses no corpo de uma geradora, esta denomina-se "mãe". Porém geneticamente falando o DNA desta futura criança é definido por 23 cromossomos da "mãe" e outros 23 cromossomos de outro indivíduo, este denomina-se "pai". Então o novo ser surge à vida já com duas propriedades, uma "mãe" e um "pai", tendo estes o mesmo nível de responsabilidade pelas características, comportamento e educação do filho.
9. Como já dito antes, nossos organismos tem a mesma capacidade, portanto vocês homens, não trabalham mais e nem melhor do que nós.

Espero que o texto cause no mínimo reflexão aos que leram e ainda são primitivos.
Com igualdade, Mulheres.


E se trocarmos as mulheres pelos homens?

video

Campanha contra machismo - always


video